Feira de Enchidos, Queijo e Mel: conhecidos novos nomes do programa musical

ze pipo

De 28 de julho a 5 de agosto, o Parque de Feiras de Vila de Rei vai receber a vigésima nona edição da Feira de Enchidos, Queijo e Mel (FEQM) e, com ela, o melhor da gastronomia, artesanato e música.

Depois das confirmações dos Virgem Suta e de Fernando Daniel para o palco principal do certame, a organização lança hoje novos nomes para a animação do evento.

A 30 de julho, Zé do Pipo volta ao palco da FEQM depois da animada atuação em Vila de Rei no ano de 2014. Na noite seguinte, a 31 de julho, são os Amantes do Alentejo os responsáveis por animar a noite, com os seus temas alegres que ficam facilmente no ouvido. A 1 de agosto, a banda de Tomar FH5 vai subir a palco e mostrar algum do seu vasto reportório de covers que faz sucesso nos mais diversos tipos de espetáculo. A música popular portuguesa regressa na noite de 2 de agosto, com a atuação dos Vira Milho. Na sexta-feira, 3 de agosto os Sangre Ibérico, banda que ganhou bastante reputação com a sua participação no programa televisivo “Got Talent”, vem mostrar ao público Vilarregense as suas adaptações de fados e música tradicional portuguesa em rumbas flamencas.

A vigésima nona edição da Feira de Enchidos, Queijo e Mel (FEQM) chega ao Parque de Feiras de Vila de Rei a 28 de julho, prolongando-se até 5 de agosto e promete voltar com o melhor da música, artesanato e gastronomia.

Nos próximos dias, a organização irá divulgar o programa musical completo. Fique atento à página oficial da FEQM no facebook, em https://www.facebook.com/Feira-de-Enchidos-Queijo-e-Mel-.

XXIX Feira de Enchidos, Queijo e Mel de 28 de julho a 5 de agosto! Visite Vila de Rei!

feqm 2018 2

Lagar de Vila de Rei: campanha de 2017 com números máximos de azeite produzido

lagar2018

Foi apresentado, em reunião ordinária do Executivo Municipal realizada a 20 de abril, o relatório final da campanha de 2017 do Lagar de Vila de Rei, que registou um número máximo de kg de azeitona recebidos e de azeite produzido, naquele que foi o seu terceiro ano aberto ao público.

Ao longo da campanha de 2017, o Lagar de Vila de Rei registou a entrada de 1.445.891 quilos de azeitona, num aumento bastante significativo face aos 822.150 quilos de 2015 e aos 540.122 de 2016. Toda a azeitona recebida em 2017 deu origem à produção de 216.045 litros de azeite, num novo máximo atingido pelo lagar de Vila de Rei (105.172 produzidos na campanha de 2015 e 67.495 em 2016). Estes valores resultam numa taxa de fundição média de 14,94%.

A campanha do Lagar de Vila de Rei registou neste ano uma receita de 95.470,16€ (entre serviço de moagem, venda de bagaço e venda de garrafões) e uma despesa corrente de 39.114,50€ (despesas com pessoal, energia, telecomunicações, alarme e videovigilância, materiais diversos, entre outros), resultando num resultado positivo de 67.305,01€.

É ainda de destacar a captação de 430 novos clientes face aos anos anteriores. A grande maioria dos utilizadores do Lagar continua a ser do Concelho de Vila de Rei (40,175), mas registou-se igualmente um aumento do número de produtores de outros Concelhos, divididos por Proença-a-Nova, Sertã, Sardoal, Mação, Abrantes, Ferreira do Zêzere, Vila Velha de Ródão, Tomar, Oleiros, Crato, Castelo Branco, Setúbal, Entroncamento, Ponte de Sor e Portalegre.

O Presidente da Autarquia Vilarregense, Ricardo Aires, afirma que “apesar de ter sido um ano marcado por incêndios florestais que assolaram grande parte do território nacional, incluindo Vila de Rei e os concelhos limítrofes, destruindo também um número elevado de olivais, o Lagar de Vila de Rei conseguiu apresentar os seus melhores resultados de sempre. Conseguimos atrair novos produtores, de vários pontos do país, graças aos equipamentos modernos e ecológicos que permitem a produção de um azeite de elevada qualidade. Estou em crer que o Lagar de Vila de Rei é já um importante marco no processo de dinamização da agricultura no nosso Concelho e espero que continue a servir de estímulo para que os nossos produtores se sintam motivados a tirar o máximo partido dos seus terrenos agrícolas.”

Campanha de reflorestação da ClenLab oferece uma árvore por cada utente atendido

clenlab vr

A ClenLab – Laboratório de Análises Clínicas encontra-se a promover uma campanha de apoio à reflorestação nos Concelhos de Abrantes, Sardoal, Vila de Rei, Sertã e Mação, que prevê a entrega de 1000 árvores a cada um destes Municípios, a que se soma ainda uma árvore extra por cada utente atendido na respetiva clínica de cada Concelho, no período entre 1 de fevereiro e 31 de julho.

A campanha é denominada de “Somos por novos inícios” e foi apresentada a 18 de abril, numa cerimónia que contou com a presença de Clotilde Roldão e Amaral Lopes, da direção da ClenLab, do Vice-Presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César Luís, de representantes de todos os Municípios envolvidos na campanha e ainda de representantes da Gestiverde, enquanto entidade parceira do projeto que irá operacionalizar a reflorestação.

O Vice-Presidente da Autarquia Vilarregense, Paulo César Luís, afirmou que “este é um gesto bastante gratificante por parte da ClenLab, que assume uma importância elevada e uma ajuda marcante neste momento em que procuramos voltar a recompormo-nos depois da catástrofe dos incêndios do último ano.”

As árvores doadas a Vila de Rei serão posteriormente plantadas junto à Praia Fluvial do Penedo Furado, no âmbito do plano de rearborização daquele espaço.

Foto: Câmara Municipal de Abrantes

Alunos do 1º e 2º Ciclo celebraram Dia Mundial da Água

clds dia agua

Os alunos do 1º e 2º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Vila de Rei celebraram, no passado dia 13 de abril, o Dia Mundial da Água, numa iniciativa organizada pela equipa do CLDS 3G Vila de Rei com o apoio da Câmara Municipal.

Pela manhã, um total de 119 alunos participaram numa ação de sensibilização ministrada por Adriana Pereira, da DECO – Delegação Regional do Centro. No período da parte, os alunos do 2º Ciclo realizaram uma Visita de Estudo à Barragem de Castelo do Bode.

Nas palavras dos alunos presentes, as duas iniciativas foram um sucesso, permitindo a partilha de conhecimentos e uma explicitação detalhada de cuidados a adotar para a poupança de um bem tão essencial como a água.

Município de Vila de Rei lança Concurso Público para restabelecimento da floresta, linhas de água e gestão de faixas de combustível

conc publico plantacao

Foi publicado em Diário da República, a 17 de abril de 2018 (n.º 75 com anúncio de procedimento 2388/2018), o Concurso Público do Município de Vila de Rei para o “Restabelecimento da Floresta afetada por agentes bióticos e abióticos ou acontecimentos catastróficos”, que prevê a plantação de árvores na zona do Penedo Furado, a regularização do regime hidrológico de diferentes linhas de água e a recuperação de secções de Faixas de Combustível.

A empreitada apresenta um preço base de 125.000,00€, com um prazo de execução de noventa dias, e inclui a plantação de salgueiros em 4,07 hectares de salgueiro-branco na zona do Penedo Furado, a regularização do regime hidrológico da Ribeira do Pisão, Ribeira do Codes, Ribeira da Galega e Ribeira da Valada, bem como a recuperação de troços de Faixas de Gestão de Combustível junto a rede primária, aglomerados populacionais e rede viária, em 181,089 hectares.

Os interessados devem submeter a sua proposta para o concurso através da plataforma disponível em www.acingov.pt, num prazo de 20 dias a contar do lançamento do Concurso.

O Presidente da Autarquia Vilarregense, Ricardo Aires, salienta que “depois da catástrofe que assolou Vila de Rei no último Verão, o Município está empenhado em voltar a reconstruir as áreas afetadas pelos incêndios, tentando que o nosso Concelho volte, o mais breve possível, a mostrar todas as potencialidades que a floresta e a natureza oferecem aos nossos habitantes e a todos os que nos visitam.”

Autora Cristina Taquelim em atividades com as crianças Vilarregenses

autora cristina taquelim

A autora de livros infantis Cristina Taquelim vai estar em Vila de Rei no próximo dia 23 de abril, onde desenvolverá duas atividades distintas junto das crianças do Jardim-de-Infância e do 1º e 2º ciclo do Agrupamento de Escolas de Cila de Rei.

“Histórias que cabem num ouvido” será a ação a desenvolver com as crianças do Jardim-de-Infância, numa sessão a realizar na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires e que convida à escuta e repetição de pequenas e divertidas histórias.

Para o 1º e 2º Ciclo, numa atividade a desenvolver na Biblioteca Escolar, “Histórias da mulher que lia” será baseada numa sessão de narração e de leitura em volz alta, contruída em torno de textos do imaterial, micro-conto/crónica e poesia.

A ação é organizada pela Rede de Bibliotecas do Médio Tejo e faz parte do programa de Promoção do Sucesso Escolar da Rede de Bibliotecas do Médio Tejo – Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies