Equipa de Intervenção Permanente dos Bombeiros de Vila de Rei com condições reforçadas

protocolo bomb

O Município de Vila de Rei, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila de Rei assinaram, na tarde de 25 de julho, uma adenda ao Protocolo de Condições de Contratação e Funcionamento das Equipas de Intervenção Permanente, com vista a uma melhoria das condições a esta equipa de Bombeiros.

O primeiro protocolo havia sido celebrado em 2011 e agora os Bombeiros desta equipa veem as suas condições salariais reforçadas, numa ação conjunta das três entidades envolvidas, levando a que estes operacionais pertençam agora ao nível 6 da tabela remuneratória aplicável à Administração Pública.

Ricardo Aires, Presidente do Município de Vila de Rei, afirma que “este reforço salarial à Equipa de Intervenção Permanente de Vila de Rei vem no sentido do necessário reforço da profissionalização dos Bombeiros e no reconhecimento das suas valências que lhes permitem dar a adequada resposta nas diferentes missões para as quais são chamados.”

Dia dos Avós Vila de Rei junta 230 avós e netos em Vila de Rei

avos19 final

O Município de Vila de Rei, em parceria com a Puzzleduc, juntou-se às celebrações do Dia dos Avós, no dia 26 de julho, juntando cerca de 230 avós e netos no novo Parque da Ribeira da Vila.

Ao longo de toda a manhã, todos os participantes puderam desenvolver um conjunto de divertidas atividades, marcadas por um contacto e uma interação intergeracionais constantes.

A iniciativa contou ainda com a presença do Vice-Presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César Luís, e do Vereador Jorge Tavares, que deram também o seu contributo nestas celebrações.

Os participantes irão receber, como lembrança deste dia, um porta-chaves alusivo à data, que poderá ser levantado na Câmara Municipal de Vila de Rei a partir da próxima segunda-feira.

O Vice-presidente do Município Vilarregense, Paulo César Luís, destacou que “num espaço totalmente renovado e que apresenta características fantásticas para este tipo de atividades, voltámos a juntar avós e netos num dia marcada pela constante animação. Estamos em crer que foi novamente um dia bastante especial para as muitas pessoas que voltaram a aderir a esta iniciativa.”

As celebrações do Dia dos Avós terminaram com um almoço-convívio entre todos no Parque da Ribeira da Vila.

XXX Feira de Enchidos, Queijo e Mel recebeu já milhares de visitantes nos dois primeiros dias do evento

feqm1fds

A XXX Feira de Enchidos, Queijo e Mel (FEQM) abriu as suas portas na tarde de 27 de julho, tendo recebido já milhares de pessoas naquele que foi o primeiro fim-de-semana do evento.

Organizado pelo Município de Vila de Rei, o evento foi inaugurado pelo Presidente da Assembleia Municipal de Vila de Rei, Paulo Brito, e pelo Presidente da Câmara Municipal, Ricardo Aires. Após a abertura oficial do evento, junto ao stand do Município de Vila de Rei no certame, foi realizada uma visita aos 118 expositores que marcam presença nesta edição da FEQM.

Os principais destaques do primeiro fim-de-semana da Feira de Enchidos, Queijo e Mel foram as atuações dos cabeças-de-cartaz Agir e Canta Brasil, que foram recebidos por milhares de pessoas na assistência, as Olimpíadas Populares e os diversos espetáculos musicais realizados no Palco 2.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, destaca que “começou da melhor forma esta trigésima edição da Feira de Enchidos, Queijo e Mel, com muito público a ter já passado pelo Parque de Feiras durante o primeiro fim-de-semana do evento. Voltamos a mostrar o melhor da música, da gastronomia e do artesanato e, nesse sentido, convido toda a gente a visitar Vila de Rei e a comprovar tudo aquilo que de melhor temos para oferecer.”

Até 4 de Agosto, Vila de Rei espera por si! Consulte o programa detalhado da XXX Feira de Enchidos, Queijo e Mel em http://www.cm-viladerei.pt/index.php/pt/noticias/3135-xxx-feira-de-enchidos-queijo-e-mel-conheca-o-programa-completo

GALERIA DE FOTOS

Presidente da República, Ministro da Administração Interna e Ministra da Agricultura visitaram Concelho de Vila de Rei no pós-incêndio

presidente republica

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e o Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, visitaram, durante a passada semana, alguns dos locais mais afetados pelo incêndio que lavrou no Concelho entre os dias 20 e 22 de julho.

Na quarta-feira, 24 de julho, o Ministro da Administração Interna visitou o território afetado pelo incêndio que afetou os concelhos de Vila de Rei, Sertã e Mação. Na sexta-feira, 26 de julho, foi a vez do Ministro da Agricultura, pela manhã, e do Presidente da República, acompanhado pelo Secretário de Estado da Proteão Civil, da parte da tarde, percorrerem parte do território afetado e estarem em contacto com a população local.

Durante a sua passagem por Vila de Rei, o Presidente da República foi recebido na aldeia de Portela dos Colos, passando depois pela Praia Fluvial do Bostelim, Vale da Urra – onde visitou a esposa do único ferido grave deste incêndio – e Centro Geodésico de Portugal, onde pode perceber melhor a evolução do incêndio.

O Ministro da Agricultura visitou ainda as instalações da antiga fábrica Frutinatura, que servirá de base para armazenamento e distribuição dos apoios para alimentação dos animais (gado bovino, caprino, ovino e apiários) afetados pelo incêndio. Estima-se que existam cerca de 200 bovinos e 2500 ovinos de 235 produtores a necessitar de apoio, que será mantido até ser reposta a normalidade.

Ricardo Aires, Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, destacou a importância da visita do mais alto magistrado do Estado Português aos territórios afetados pelo incêndio. “Com a repetição de uma catástrofe que, infelizmente, nos tem afetado demasiadas vezes, é importante que o poder político possa ter conhecimento in-loco da realidade destes territórios e nos auxiliem a encetar esforços para que estas mesmas catástrofes possam ser evitadas.”

GALERIA DE FOTOS

Área de Serviço de Autocaravanas encerrada durante a XXX Feira de Enchidos, Queijo e Mel

feqm auto

A Área de Serviço de Autocaravanas de Vila de Rei, situada no Parque de Feiras, vai estar indisponível a estes veículos entre os dias 26 de julho e 5 de agosto, devido à realização, no mesmo local, da trigésima edição da Feira de Enchidos, Queijo e Mel.

É recomendado que todas as autocaravanas que necessitem de utilizar o espaço durante este período de tempo se desloquem à Praia Fluvial e Parque de Campismo Rural do Bostelim, onde terão igualmente todas as condições necessárias para estacionamento e/ou pernoita.

Inaugurada em 2012, a Área de Serviço de Autocaravanas de Vila de Rei recebeu já largas centenas destes veículos, tendo-se vindo a assumir como uma importante infraestrutura para atrair novos visitantes ao Concelho.

CIM do Médio Tejo toma posição e manifesta a sua solidariedade pelos Municípios de Mação, Sertã e Vila de Rei

cimt

O Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo deliberou hoje, por unanimidade, manifestar a total solidariedade para com os Municípios de Mação, Sertã e Vila de Rei, que foram assolados, brutalmente, pelos incêndios do passado fim de semana.
A CIM do Médio Tejo realça que este "fenómeno" assume um caráter excecional dado que do ponto de vista ambiental existem hoje concelhos no Médio Tejo com a quase totalidade de área florestal ardida, o que tem de merecer a atenção e a tomada de decisão conforme a excecionalidade referida.
A CIM do Médio Tejo considera fundamental a criação de mecanismos excecionais de forma a minorar os terríveis impactos de todo este flagelo, não descurando o necessário apoio a particulares, a infraestruturas e demais agentes locais afetados pelos incêndios.
Para a CIM do Médio Tejo é crucial que existam ações que impliquem a conjugação de esforços entre as diversas entidades públicas (centrais e locais), que promovam uma inversão do atual quadro e o desenvolvimento destes territórios do interior, que têm sido fustigados constantemente com os incêndios florestais.
Recorda a CIM do Médio Tejo que estes incêndios potenciam a desertificação populacional e o desinvestimento nestes territórios unanimemente considerados prioritários.

cpcj banco voluntariado  prot civil2 logoPinhalMaior

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies