Museu de Geodesia: antena de tráfego aéreo em destaque nos rankings de observação de aeronaves

avioes

O Museu da Geodesia, situado no Centro Geodésico de Portugal, tem instalado uma antena de “recepção de informação ADS-B”, naquela que se apresenta como uma importante ferramenta para a melhoria da vigilância e da eficiência da gestão de tráfego aéreo. 

Este sistema permite recolher uma vasta informação sobre os voos, nomeadamente os seus identificadores (matrícula, companhia, origem e destino, rota, velocidade, duração do voo, se está dentro do horário previsto ou status de emergência), bem como a posição horizontal do avião e a sua altitude barométrica.

Com um tráfego aéreo cada vez maior, a informação partilhada pelo sistema ADS-B Multilateration vem aumentar a segurança (através da localização e identificação dos voos), contribuir para viagens mais económicas e para a diminuição dos impactos ambientais (com um melhor cálculo das rotas mais eficazes e consequente diminuição das emissões de gases poluentes).

Neste momento, a antena do Museu da Geodesia encontra-se no primeiro lugar do ranking nacional da Flighaware (https://flightaware.com/adsb/stats/user/smendes#stats-33787) e em quinto a nível nacional e 31º a nível mundial no site radarbox24 (https://www.radarbox24.com/stations).

A antena do Museu da Geodesia tem um alcance aproximado de um raio de 350 milhas náuticas, alcançando mais de 50% da Península Ibérica. Os dados recebidos em tempo real podem ser consultados em https://www.radarbox24.com/stations/EXTRPI000101.

cpcj banco voluntariado  prot civil2 logoPinhalMaior

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies