“Estafeta de Contos” visita crianças e utentes das IPSSs Vilarregenses

estafeta1

A Rede de Bibliotecas de Vila de Rei assinalou o sétimo aniversário da Biblioteca Municipal José Cardoso Pires e os 90 anos do nascimento do escritor José Cardoso Pires entre os dias 3 e 6 de Novembro, através da dinamização da iniciativa “Estafeta de Contos: Eu Conto, Tu Contas, Ele Conta…”.

Uma equipa da Biblioteca Municipal José Cardoso Pires e dos serviços educativos dos Museus de Vila de Rei, com a colaboração de parceiros de animação das IPSSs do Concelho, da Biblioteca Escolar e do departamento de Línguas do Agrupamento de Escolas de Vila de Rei, esteve assim presente junto das creches e jardins-de-infância Vilarregenses, Escola Básica e Secundária do Centro de Portugal e das IPSSs do Concelho (Casa do Idoso, Centro de Acolhimento de S. João do Peso, Centro de Dia “Família Dias Cardoso”, Fundação João e Fernanda Garcia, Lar Nossa Senhora da Graça, Lar de Santo António e Unidade de Cuidados Continuados), dinamizando as obras “O Conto dos Chineses”, de José Cardoso Pires, e “Trocas e baldrocas”, de António Mota.

A iniciativa foi um verdadeiro sucesso junto do público, conseguindo igualmente cumprir o seu objetivo de promoção da criatividade através da leitura e da escrita, auxiliando simultaneamente no desenvolvimento de competências e capacidades no domínio da língua portuguesa.

estafeta2

Vila de Rei: Campanha “Somos Todos Humanos” na Biblioteca Municipal

jsd

A Biblioteca Municipal José Cardoso Pires juntou-se ao projeto “Somos Todos Humanos”, organizado pela JSD de Vila de Rei, criando um ponto de recolha de alimentos, roupas e outros produtos que, seguidamente, serão encaminhados para apoiar os refugiados sírios.

Até ao próximo dia 15 de Novembro, todos os interessados poderão colaborar com esta campanha deixando o seu donativo no respetivo ponto de recolha da Biblioteca Municipal.

A campanha da JSD de Vila de Rei teve já início nos dias 6, 7 e 8 de Novembro, com uma recolha nos estabelecimentos comerciais de Vila de Rei e Fundada.

Até ao dia 15 pode ainda contribuir com esta causa solidária. Colabore com esta campanha!

Vila de Rei: Evento de Simulação Militar com 70 atletas participantes

gofe final

Perto de setenta atletas de Airsoft (entre os quais 10 membro do C.I.A. - Comando de Intervenção do Aivado) estiveram presentes em Vila de Rei nos dias 6, 7 e 8 de Novembro, num evento de simulação militar organizado pelo Grupo Operacional Forças Especiais de Airsoft (G.O.F.E.), que contou com o apoio do Município de Vila de Rei.

Com quartel-general instalado junto à Escola Básica e Secundária do Centro de Portugal, a iniciativa decorreu em diversos pontos das freguesias de Vila de Rei e Fundada, com os participantes a desenvolverem vários cenários e missões nas ótimas condições que o Concelho de Vila de Rei coloca ao dispor para a prática de desportos de natureza e aventura.

Pela primeira vez neste tipo de simulação, os atletas foram ainda acompanhados por um helicóptero que sobrevoou as áreas de exercício de simulação militar, acompanhando os participantes ao longo das suas missões.

Ricardo Aires, Presidente da Autarquia Vilarregense, afirma que “o Concelho de Vila de Rei apresenta condições fantásticas para a prática de desportos de natureza e, desta forma, o Município encontra-se sempre pronto a apoiar iniciativas e eventos que nos permitam potencializar estas condições e trazer até nós o maior número de atletas possível.”

Airsoft é um desporto de simulação de cenários de guerra e combates urbanos entre outros, em que todos os participantes colocam em prática as mais variadas técnicas de combate militar/policial, incluindo a destreza e capacidades de cada um em prol do seu divertimento.

A organização do evento elogiou bastante as condições disponíveis para a prática desta simulação, tendo Vila de Rei sido o local escolhido para a concretização do evento após as boas indicações já resultantes do Exercício Militar “Pristina 152”, realizado no início do mês de Setembro.

Vila de Rei: Quinzena de Teatro Solidário com início no Salão do Clube da Fundada

marafona encantada

A décima primeira edição da Quinzena do Teatro de Vila de Rei tem início já no próximo sábado, 14 de Novembro.

Pela primeira vez, com o objetivo de levar os espetáculos teatrais a um público mais diversificado, a Quinzena do Teatro vai ser dividida entre Vila de Rei, Fundada e São João do Peso.

A primeira peça vai assim ser dinamizada pelas 21:00 horas do próximo sábado, no Salão do Clube da Fundada, pelo Grupo “Marafona Encantada”, de Idanha-a-Nova. “O Conto da Arte” é o nome da peça infantil que retrata a Lenda de Zebreira, onde um homem reencontra o seu filho após vários anos em que este esteve a estudar e onde aprendeu a arte de se transformar em diferentes animais ou objetos.

A XI Quinzena do Teatro vai depois continuar no dia 21 de Novembro, com “As Viagens de Gulliver”, do Grupo “Teatro Amador de Pombal”, no Auditório Municipal de Vila de Rei, e no 28 de Novembro com “Olha o Passarinho”, do Grupo de Teatro “Dupla Personalidade” – Arraiolos, na Casa do Povo de S. João do Peso.

Nesta nova edição da Quinzena do Teatro, o público é novamente convidado a doar um género alimentício para apoiar as famílias Vilarregenses mais carenciadas.

O Vereador do pelouro da Cultura do Município de Vila de Rei, Jorge Tavares, afirma que “a realização desta décima primeira edição nas três sedes de freguesia do nosso Concelho vai possibilitar levar toda a emoção das artes teatrais a um público mais diversificado, facilitando igualmente o acesso a ações de âmbito cultural a um maior número de pessoas. Esperamos novamente uma boa adesão do público Vilarregense, começando já neste sábado no Salão do Clube da Fundada.”

De 14 a 28 de Novembro junte-se a esta plateia e tenha um serão de rir e chorar por mais!

Vila de Rei é Município + Familiarmente Responsável pelo 7º ano consecutivo

Autarquia Familiarmente Responsável portal

O Município de Vila de Rei foi, pelo sétimo ano consecutivo, distinguido como “Município + Familiarmente Responsável" pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, numa iniciativa que pretende premiar as Autarquias que desenvolvem uma eficaz política de apoio e ajuda às famílias mais numerosas.

A seleção dos Municípios é feita com base em diversos critérios, entre os quais o apoio à maternidade e paternidade, apoio às famílias com necessidades especiais, serviços básicos, educação e formação, habitação e urbanismo, transportes, cultura, desporto, lazer e tempo livre, cooperação, relações institucionais e participação social.

O Presidente da Autarquia Vilarregense, Ricardo Aires, realça que “o Município de Vila de Rei tem, ao longo dos últimos anos, realizado uma forte e sólida aposta na promoção de políticas familiares que levem a um aumento do bem-estar e da qualidade de vida dos nossos habitantes. Esta distinção, que nos chega pelo sétimo ano consecutivo, vem reconhecer este esforço e, simultaneamente, servir como estímulo para que continuemos a desenvolver importantes políticas de apoio às famílias.”

A Bandeira de Família + Familiarmente Responsável será entrega numa cerimónia a realizar no dia 18 de Novembro, no Auditório da sede da Associação Nacional de Municípios, em Coimbra.

CLDS 3G “arranca” em Vila de Rei

logo clds 3g

Após quatro meses de interregno o Contrato Local de Desenvolvimento Social 3G iniciou funções a 2 de Novembro de 2015, por um período de 36 meses.

Com o atual contexto económico e social do país vislumbra-se ser necessário voltar a adaptar o modelo de intervenção dos CLDS, de modo a potenciar os territórios e a capacitação dos cidadãos e famílias neste ciclo de crescimento que se inicia promovendo a equidade territorial, a igualdade de oportunidades e a inclusão nas suas mais diversas dimensões.

O presente programa beneficia de um financiamento próprio. No seu âmbito de intervenção integra três eixos, nomeadamente, I - Emprego, formação e qualificação; II - Intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil; III - Capacitação da comunidade e das instituições.

O antigo programa CLDS+ abrangeu geograficamente todo o Concelho de Vila de Rei e visava, de forma multissectorial e integrada, promover a inclusão social dos munícipes através de ações que permitiram apoio ao nível da família, do emprego e da comunidade.

Neste sentido, serão mantidas todas as ações desenvolvidas anteriormente, com o objetivo de realizar outros projetos de interesse da e para a comunidade Vilarregense. Já as instalações continuaram a ser no antigo quartel da GNR.

Para o Presidente da Autarquia Vilarregense, Dr. Ricardo Aires, “é uma mais valia para o município e para a comunidade vilarregense o regresso deste projeto, que funciona como um verdadeiro serviço de apoio à população.” 

cpcj banco voluntariado  prot civil2 logoPinhalMaior
  Logo-Turismo  LogoMT  

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies