Vila de Rei estabelece primeiras Áreas de Reabilitação Urbana no Concelho

aru

A Assembleia Municipal de Vila de Rei aprovou, na sua reunião de 23 de Abril, as três primeiras Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) do Concelho.

Esta medida surge no seguimento dos incentivos estabelecidos pelo Governo para as áreas de reabilitação, com vista a incentivar ainda mais a recuperação e regeneração destas áreas.

As primeiras ARUs estabelecidas no Concelho são então a ARU de Vila de Rei (composta pelas localidades de Vila de Rei, Vale do Grou, Penedo, Quinta do Pranto, Vale e Cidreiro), ARU de Fundada (Silveira, Fouto e Sobreiras Altas) e ARU de Milreu (composta pelas áreas urbanas desta povoação).

A seleção destas áreas como primeiras ARUs do Concelho está relacionada com a necessidade de intervenção e recuperação de um número significativo de edificações, por serem áreas que apresentam as maiores taxas de emprego e de procura, tanto para aquisição de habitação como para arrendamento) e por se localizarem nestes espaços a maioria dos agentes económicos do Concelho.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, refere que “a delimitação das primeiras Áreas de Reabilitação do Concelho, que, futuramente, serão alargadas a outros núcleos urbanos, vem definir os territórios que, devido a variados fatores, justificam uma intervenção mais urgente de regeneração de infraestruturas, nomeadamente nas redes de abastecimento de águas e esgotos já existentes, e de equipamentos e espaços de utilização coletiva.”

Vila de Rei: 30 caminhantes à descoberta das Conheiras

monumentos sitios final

Vila de Rei celebrou, no dia 18 de Abril, o Dia Mundial da Saúde, Dia Mundial da Terra e Dia Internacional dos Monumentos e Sítios através da realização do Passeio Pedestre “Conhecer, Explorar e Partilhar as Conheiras de Vila de Rei”.

A iniciativa, organizada pelo Município de Vila de Rei, contou com a presença de 30 participantes que realizaram o percurso entre a sede do Concelho e a aldeia de Lousa, passando por diversas Conheiras resultantes da exploração de frentes mineiras de ouro, presumivelmente da época romana.

As celebrações terminaram já depois das 12:00 horas, com um almoço partilhado entre todos os participantes. 

Auditório Municipal recebe sessão de teatro para os mais novos

IMG 7306

O Auditório Municipal Monselhor José Maria Félix recebeu no passado dia 24 de Abril uma sessão de teatro dirigida aos alunos do Jardim de Infância Municipal e 1ª ciclo da Escola 2.3 e Secundária do Centro de Portugal.
Assim, cerca de 150 alunos, auxiliares e professores puderam assistir a peça infantil "Alice no país do Soldadinho de Chumbo" levada a cena pelo Grupo de Teatro – Animateatro
Salienta-se os momentos de enorme animação que transformaram a tarde de todos os presentes.

Município de Vila de Rei avança com construção de Lagar

azeite2

O Município de Vila de Rei procedeu a abertura de um concurso público com vista à construção de um Lagar e de uma unidade de embalamento, pelo preço base de 200.000,00€.

A infraestrutura terá como prazo máximo de construção de 3 meses, sendo implementada na Zona Industrial do Souto com cerca de 650 m2 de área bruta de implementação.

Posteriormente será lançado também igual procedimento para os equipamentos afetos às unidades de transformação e embalamento.

Ricardo Aires, presidente da autarquia salienta que "está dado o primeiro passo para a definitiva implementação de um equipamento tão necessário para o Concelho. Muito brevemente os Vilarregenses deixarão de ter de ir para fora do Concelho transformar a sua azeitona. Estamos certo que esta medida constituirá um estímulo para que os Vilarregenses voltem a cuidar das suas propriedades agrícolas, assim como, para o surgimento de empreendedores nesta área, encontrando nesta unidade uma forma de rentabilização dos seus excedentes agrícolas."

Palestra “A Cultura do Medronheiro” reúne 80 pessoas em Vila de Rei

medronheiro1

Cerca de 80 pessoas marcaram presença no Auditório Municipal de Vila de Rei, na tarde de 21 de Abril, para a palestra “A Cultura do Medronheiro”.

Organizada pelo Município de Vila de Rei, com o apoio da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPCentro) e da Cooperativa Portuguesa do Medronho, CRL. (CPM), a iniciativa pretendeu demonstrar a todos os presentes a importância e oportunidades desta espécie no contexto nacional e internacional.

O evento contou com a presença do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Paulo César Luís, Fátima Curado, Manuel Sequeira, João Gama e Rui Silva, da DRAPCentro, e de Tiago Cristóvão, da CPM.

Após o colóquio no Auditório, os participantes visitaram o pomar de medronheiros de Rui Rijo, em São João do Peso. Plantado à cerca de dois anos, o espaço conta já com 13 hectares de medronheiros, preparando-se o proprietário para reforçar esta plantação com 12 novos hectares.

Na abertura da sessão, Paulo César Luís afirmou que “a aposta e exploração desta espécie autóctone é uma excelente opção para revitalizar os terrenos agrícolas da região, sendo uma das melhores alternativas para o nosso território”, reforçando ainda que “a construção prevista do lagar, destilaria e zona de embalamento vai oferecer a oportunidade aos pequenos produtores de poderem, de forma mais próxima e menos onerosa, tirar o máximo partido da produção e exploração do medronheiro.”

As apresentações dos oradores presentes na sessão encontram-se disponíveis nas hiperligações que se seguem:

Fátima Curado - Instalação da Cultura do Medronheiro

Manuel Sequeira - A Cultura do Medronheiro

João Gama - Contributo do Medronheiro na Gestão Florestal

medronheiro2

Vila de Rei recebeu briefing descentralizado da C.D.O.S.

CDOS

O Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho de Vila de Rei recebeu, na tarde de 21 de Abril, um briefing descontinuado do Comando Distrital de Operações de Socorro (C.D.O.S.) de Castelo Branco. A iniciativa contou com a presença do Comandante Distrital de Operações de Socorro, Rui Esteves, dos Comandos Distritais da Polícia de Segurança Pública, Polícia Judiciária e Guarda Nacional Republicana, dos representantes do Instituto Nacional de Emergência Médica, Instituto de Conservação da Natureza e Floresta, Estradas de Portugal, Força Especial de Bombeiros e do Presidente da Federação Distrital de Bombeiros, bem como do Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, e responsável pelo pelouro da Protecção Civil, Ricardo Aires.

Ao longo da sessão, as instituições presentes apresentaram o seu plano de atividades para o ano de 2015, tendo, simultaneamente, sido realizada uma análise e procura de soluções para que estas entidades continuem a melhorar os serviços que prestam à comunidade.

Simultaneamente, decorreu ainda a Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, onde foi aprovado o Plano Operacional Municipal para o ano de 2015, que definiu as medidas de defesa contra incêndios a utilizar durante o corrente ano, com medidas preventivas bastante elogiadas por todos os presentes.

Ricardo Aires, Presidente da Autarquia Vilarregense, adiantou que “Vila de Rei encontra-se sempre de portas abertas para receber iniciativas deste género, que promovem o debate e a troca de ideias para que se encontrem as melhores soluções para a segurança e bem-estar de toda a comunidade.”

cpcj banco voluntariado  prot civil2 logoPinhalMaior

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies